Symantec revela que foram roubadas 500 milhões de identidades em 2015

Data: 26/04/2016
Segundo um relatório da empresa de segurança informática Symantec, divulgado pela BBC, mais de 500 milhões de identidades em formato digital foram roubadas ou expostas no ano passado.

Para além disso, as fraudes de suporte técnico aumentaram 200% e os ataques de ransomware baseados em criptografia cresceram 35%, sendo que os grupos por trás dos ataques tornaram-se mais profissionais e são bastante semelhantes a empresas de software legítimo.

"Eles têm muitos recursos e pessoal altamente qualificado. Chegam a operar com tanta eficiência que até mantêm um horário comercial normal com folgas aos fins de semana e feriados”, disse Kevin Haley, diretor de segurança Symantec em comunicado à BBC.

Foram descobertos esquemas como falsos pop-up em sites para tentar convencer as pessoas que o seu computador tinha sido alvo de vírus, depois quando as pessoas clicavam para obter ajuda um ransomware era instalado no seu computador concedendo acesso ao seu PC aos criminosos.

Foi notável o grande número de violações de segurança que as empresas e outras organizações sofreram no ano passado. Mais de 500 milhões de usernames, senhas e outras informações de identificação foram desviadas nos últimos 12 meses.

Em 2015, houve nove violações de segurança que expuseram mais de 10 milhões registos. Por outro lado, em 2014, apenas quatro violações tiveram tal gravidade.

Fonte: BBC



Notícias :
Contactos
 
Empresa
 
 
Localidade
 
 
* Campos obrigatórios